Benchmark sobre as questões chave da auditoria

A Mazars realizou um estudo sobre as questões-chave incluídas nos relatórios de auditoria (relatórios de 2014 e 2014/2015) do índice FTSE 100 (Financial Times Stock Exchange 100 - o principal índice de ações da Bolsa de Valores de Londres).

Sobre o estudo

Porquê os relatórios de auditoria do Reino Unido?

O Reino Unido antecipou as mudanças incorporadas no novo relatório de auditoria, tendo adotado as novas regras de reporte logo em 2013. A leitura dos relatórios referentes ao ano 2014 das entidades cotadas no Reino Unido (principalmente das empresas do FTSE 100) fornece um insight sobre o que é expectável em termos de comunicação dos novos relatórios de auditoria, de acordo com os ISA,  após 2016.

É importante notar que o regulamento do Reino Unido vai para além das obrigações internacionais definidas pelas Normas Internacionais de Auditoria: por exemplo, os auditores no Reino Unido incluem nos seus relatórios de auditoria considerações sobre o âmbito e materialidade para auditoria a grupos, o que não é exigido pelas referidas normas.

Este documento é um complemento à Abordagem geral ao novo relatório de auditoria nos termos das Normas Internacionais de Auditoria (ISA).

Downloads

Share